terça-feira, 27 de agosto de 2013

O AMOR NÃO É SOBRENATURAL!

O AMOR NÃO É SOBRENATURAL!


           
          Maior parte das pessoas vive à procura de um segredo para poder compreender a vida. Como se ela possuísse uma fórmula secreta e ao descobri-la a felicidade entrasse pela alma como uma Primavera infinita.
            Não basta o Amor, o único sentimento verdadeiro para se ser feliz!? Ou então todo o romantismo que se pinta, que se lê, que se escreve, que se canta, não passa de um arco-íris de papel a desfazer-se de lágrimas num céu de emoções fingidas, embaladas por um tango de palavras falsas, como a rosa artificial que ilude a beleza e o perfume do cabelo sem pétalas da dançarina!?
            Não procures mistérios ou tesouros no fundo da tua imaginação de ilusionista ou de pirata, a não ser que queiras com um truque de magia ou com artes de ladrão confundir e roubar a riqueza da tua essência: O AMOR!
            Se em algum momento o maltrataste, o abandonaste, o vendeste ou o perdeste. Ou se foste tu o maltratado, o abandonado, o vendido e o obrigado a afastar-te dele, tenta lembrar-te do quanto eras feliz no auge da paixão, antes do ódio ou da dor te corromperem.
            Já te recordaste da alegria e da ternura desses momentos?
            Afinal o que há de sobrenatural no AMOR?