sábado, 17 de agosto de 2013

LIBERTA-TE, PORQUE ESTÁS VIVO!


LIBERTA-TE, PORQUE ESTÁS VIVO!

             Eu gostava que te amasses. Que não andasses constantemente a chorar com pena de ti próprio. Bem sei que viver talvez seja a tarefa mais difícil do ser humano, mas se estás nesta Terra porque razão não vives? Tens falta de dinheiro, de Amor, de auto-estima e estás triste? Meu pobre privilegiado que tens a liberdade de escolher o teu caminho e enfias o pescoço no nó mais apertado da tua alma. Liberta-te! Abre as janelas e as portas do teu corpo e dos teus sentimentos e vive! A vida apenas te pede que sejas um ser humano de verdade, com defeitos e virtudes, mas com um coração enorme como a lua cheia a iluminar a noite dos perdidos. Vá solitário, ferido, varre essa solidão do teu espírito e encara a higiene da verdade:
         Se não te amares, a quem serás capaz de amar?  Todos temos problemas! Ou pensas que és só tu? A sobrevivência depende apenas da tua vontade, mas se continuares apenas a chorar e a lamentar-te, o teu dia-a-dia será somente um horizonte negro, uma tempestade, onde o sol asfixiará no útero infértil das nuvens.
               Liberta-te, porque estás vivo!

                                      Chamusca, 17/08/2013